EN2330 – Instrumentação Biomédica 2015.1Q

 

Objetivos do curso:

Entender como funcionam os sistemas de medição de grandezas biomédicas desde os princípios de transdução da grandeza de interesse, passando pela geração de um sinal analógico rudimentar, bem como o seu condicionamento para queste esteja pronto para ser digitalizado e manipulado computacionalmente.

Desta forma, serão apresentados os princípios básicos de transdução, principais tipos de sensores, circuitos elétricos aplicados a àrea de instrumentação, uso do amplificador operacional no condicionamento de sinais e algumas técnicas de redução de ruído.

 

Professores

 

Horários

  • Diurno

          Aula teórica: quinta-feira, das 8h às 10h, sala S-303-1, semanal

          Aula de laboratório: terça-feira, das 10h às 13h, sala 503-1, semanal

  • Noturno

          Aula teórica: quarta-feira, das 21:00 às 23:00, sala S-307-3, semanal

          Aula de laboratório: segunda-feira, das 18:00 às 21:00, sala 503-1, semanal

 

Cronograma de Aulas

 

Critério de Avaliação

A avaliação será feita a partir de quatro notas: duas provas realizadas no meio e no final do curso P1 e P2, apresentação do projeto PR e a média nas notas dos relatórios dos laboratórios ML. Caso o aluno falte a uma das provas por um dos motivos descritos na resolução CONSEPE No 181 de 23 de outubro de 2014, a prova substitutiva será marcada em horário extra-classe no final do quadrimestre, versando todo o conteúdo da disciplina.

Das aulas em laboratório programadas, quatro delas L1 a L4, serão avaliadas a partir de relatórios que farão parte da média de laboratório ML, conforme

$latex M_L=(L_1+L_2+L_3+L_4)/4$

Os relatórios dos laboratórios devem ser entregues na semana seguinte, caso contrário a nota será zerada. A média final M é calculada pela seguinte expressão

$latex M=(P_1+2P_2+f*(P_R+M_L))/5$

onde f é um fator de ponderação sobre ML e PR, que leva em conta o número de faltas não justificadas nas aulas práticas, conforme a tabela a seguir.

no de faltas 0 1 2 3 4 5 6 7 8
f 1.0 1.0 0.9 0.7 0.4 0.3 0.2 0.1 0.0

 

Conceitos Finais

A média final M será convertida em conceitos conforme a tabela a seguir. A frequência mínima obrigatória para aprovação é de 75% das aulas ministradas, caso contrário, o aluno terá conceito O.

 

Média Conceito
8.5<=M A
7.0<=M<8.5 B
5.5<=M<7.0 C
4.5<=M<5.5 D
M<4.75 F

 

Os alunos que obtiverem conceito final D ou F poderão requerer a realização de uma recuperação, garantido pela resolução CONSEPE N182 de 23 de outubro de 2014, a ser realizada no início do quadrimestre seguinte, contendo todo o conteúdo da disciplina.

 

Bibliografia Básica

WEBSTER, J.G., Medical Instrumentation: Application and Design, 3rd edition, John Wiley & Sons, 1998.
BALBINOT, A., BRUSAMARELLO, V.J., Instrumentação e Fundamentos de Medidas, Vol. 1 e 2, LTC, 2007.
FRADEN, J. , Handbook of Modern Sensors: physics, designs ans applications, Springer Verlag Telos, 2003.

 

Bibliografia Complementar

ENDERLE, J.D., Bioinstrumentation, Morgan & Claypool Publishers, 2006.
INMETRO, Vocabulário Internacional de Metrologia: conceitos fundamentais e gerais e termos associados (VIM 2008), 1a Ed. Rio de Janeiro, 2009.
WEBSTER, J.G., The Measurement, Instrumentation and Sensors Handbook, CRC Press, 2000.
ENDERLE, J.D., BLANCHARD, S.M., BRONZINO, J.D., Introduction to Biomedical Engineering, 2nd ed., Elsevier Academic Press, 2005.
LESSARD, C.S., Signal Processing of Random Physiological Signals, Morgan & Claypool Publishers, 2006.

 

Links para Cursos Anteriores

EN2302 – Instrumentação Biomédica (2014) – Professora: Léia B. Bagesteiro
EN2302 – Instrumentação Biomédica (2012) – Professores: Léia B. Bagesteiro e Marcos Duarte

 

 

Link permanente para este artigo: http://ebm.ufabc.edu.br/en2330-instrumentacao-biomedica-2015-1q/