↑ Retornar para Pós-graduação

Linhas de pesquisa do PPGEBM

A proposta do PPGEBM contempla uma única área de concentração (Engenharia Biomédica) e três linhas de pesquisa (Biomecânica, Reabilitação e Tecnologia Assistiva; Dispositivos Médicos; Sistemas Computacionais Aplicados à Saúde). As disciplinas cobrem boa parte das diversas áreas da Engenharia Biomédica, existindo também uma boa distribuição das disciplinas entre as três linhas de pesquisa. Os orientadores vinculados ao PPGEBM desenvolvem seus projetos e orientações em temas vinculados a pelo menos uma destas tres linhas de pesquisa.

  • Biomecânica, reabilitação e tecnologia assistiva. Foca o estudo do movimento humano integrando conceitos e princípios específicos para a investigação e identificação de ferramentas úteis à reabilitação humana, bem como os mecanismos de adaptação gerados pelo aparelho locomotor em respostas as demandas mecânicas geradas pelo movimento humano. Estudo de tecnologias para a assistência e a reabilitação de indivíduos com deficiências, permitindo a melhoria da qualidade de vida ou a reinserção destes indivíduos na sociedade.

Orientadores: Marcos Duarte, Maria Elizete Kunkel, Reginaldo Fukuchi.

  • Dispositivos médicos. Tem por objetivo a pesquisa, o desenvolvimento, a aplicação e a avaliação de novos dispositivos médicos para diagnósticos, monitoramento e terapias nas diversas áreas da saúde, bem como o desenvolvimento de instrumentação aplicada. Contempla temas de pesquisa focados em dispositivos biomédicos para diagnóstico e terapia, incluindo também dispositivos implantáveis, materiais biocompatíveis, engenharia de tecidos e medicina regenerativa. Para tanto busca integração com as áreas de Biomecânica e Sistemas Computacionais para adoção de parâmetros e requisitos biofuncionais, bem como a modelagem na avaliação do desempenho de dispositivos e métodos.

Orientadores: Andréa Cecília D. Rodas, Christiane B. Lombello, Christiane Ribeiro, Emery C. C.Lins, Harki Tanaka, Ilka T. Kato, Juliana K. F. Daguano, Nasser A. Daghastanli, Patrícia A. da Ana, Sônia Malmonge.

  • Sistemas computacionais aplicados à saúde. Tem por objetivo o desenvolvimento e a aplicação de métodos matemáticos e computacionais em diversos setores da saúde, contemplando modelagem de sistemas biológicos e biomédicos, bioinformática e sinais biológicos, imagens médicas e informática em saúde.

Orientadores: Ana Carolina Q. Simões, Diogo Coutinho Soriano, Fernando S. Moura, Harki Tanaka, João Salinet, Ronny C Calixto.

Este conjunto de linhas de pesquisa é único no cenário nacional, sendo que nossa proposta é que as três linhas de pesquisa atuem em conjunto, de maneira integrada e orquestrada.

Neste sentido, vislumbramos os sistemas computacionais aplicados à saúde como auxiliares às linhas de pesquisa de biomecânica, reabilitação e tecnologias assistivas através da provisão de modelos teóricos para a compreensão e análise do movimento e na simulação da mecânica de membros e organismos.

Os sistemas computacionais aplicados também complementam as linhas de pesquisa em dispositivos médicos provendo modelos robustos para a compreensão e previsão do biodesempenho de dispositivos biomédicos, como biocompatibilidade, bioatividade, degradação em meio fisiológico, bioreabsorção, desempenho mecânico, elétrico, alteração dimensional, dentre outras.

Ao mesmo tempo as linhas de pesquisa em dispositivos médicos auxiliam a pesquisa em biomecânica e reabilitação na medida em que oferecem subsídios científicos de propriedades de materiais implantáveis úteis na reabilitação e restauração do movimento humano, bem como o desenvolvimento de instrumentação e aplicações especificas correlacionadas as duas linhas.

Link permanente para este artigo: http://ebm.ufabc.edu.br/pos-graduacao/linhas-de-pesquisa/